quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

CARTA DA ABAPAZ AO MINISTRO DA SAÚDE

Salvador, 20/01/2011


Exmo. Sr. Ministro

Alexandre Padilha

Ministério da Saúde

c/c : José Miguel do Nascimento Júnior

Nesta

Senhor Ministro,

Com a plena certeza de sua conscientização como Ministro da Saúde, como Profissional e como pessoa, cidadão que faz honrar este Governo em seus compromissos e no respeito à Lei, solicitamos que se faça cumprir o que diz nossa Lei Magna que contém em seu bojo a declaração de que a saúde é um direito de todos e um dever do Estado.

O Governo brasileiro, a Organização das Nações Unidas emitiu uma resolução em que o acesso aos medicamentos faz parte dos direitos humanos.

Perguntamos por que falta medicamentos para os portadores de Parkinson, fazem dois meses em nosso Estado e em outros da Confederação?

A falta do medicamento paralisa os movimentos destas pessoas com esta patologia, sob pena de risco de vida.

A falta do medicamento tem levado milhares de portadores e seus familiares ao desespero.

Em nome da Associação Bahiana de Parkinson e Alzheimer e em nome de todos os portadores do país venho solicitar de V.Sa o cumprimento da lei. Ressalto que o produto não se encontra também nas Farmácias da rede privada para aqueles que podem optar pela compra. O que o Governo explica sobre isto?

Temos esperança, confiança e certeza de Governos cada vez melhores!

Educação é o caminho e a prevenção; saúde o resultado!

Atenciosamente,

Beila B. B. de Carvalho

Diretora Presidente

ABaPAz


Um comentário:

Badu disse...

E-mail da Beila ao Samuel:

Caro Samuel, Caros Parceiros
Informo a todos minha estada em Brasilia, e o nosso contato com Rodrigo Fernendes Alexandre, Coordenador Geral de Medicamentos de Dispensação Excepcional do Departamento de Assistência Farmacêutica- DAF e depois fui encaminhada a Coordenação Geral do Gabinete do Ministro onde fui atendida pela Chefe da Divisão de Análise Técnica do Gabinete do Ministro. Segue a carta em anexo para o conhecimento de todos. Reforcei também a carta encaminhada por Samuel ao Ministro e cobrei uma resposta do Ministério para a situação no país. Acabei de dar uma entrevista na rede de TV BAND sobre esta situação.
Precisamos de informações dos outros Estados para divulgarmos com precisão. Sei que está faltando em Pernambuco, S. Paulo, Campo Grande, pois Samuel, tem feito contatos constantes comigo. Ver cópia carta anexo.
"Uma das maneiras mais importantes de ajudar as pessoas é oferecer-lhes informação"
Obrigada, Gervásio, Balduino pela atenção e apoio. Samuel vou ligar para você, cheguei e tive tantas coisas para resolver, só agora pude ver os e-mails e responder, aqui na Bahia somos 2 Associações em uma só e nosso trabalho é triplicado!
Atenciosamente,
Beila Carvalho